Regimento para novos membros

REGIMENTO GERAL DO ESTATUTO DA ABTPÉ

CAPÍTULO II

DOS MEMBROS

 

Art. 2º - É considerado Membro Titular profissional oficialmente habilitado para o exercício da Medicina no País, com título de especialista em ortopedia e traumatologia concedido pela Associação Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - SBOT e que satisfaça as exigências previstas nos critérios de certificação.

 

  • 1º - Os Membros Titulares, a partir do ano em que completarem 70 anos de idade, têm a opção de ficar isentos de pagamento de anuidade, e terão mantidos todos os direitos e deveres previstos no Estatuto e neste Regimento;

 

  • 2º - o § Primeiro não tem efeito retroativo e entra em vigor a partir do ano de 2016.

 

Art. 3º - São critérios de certificação para concessão do estabelecido no artigo 2º deste Capítulo:

 

I - Título de especialista em ortopedia e traumatologia concedido pela Associação

Brasileira de Ortopedia e Traumatologia;

II - Ter indicação, por escrito, de dois Membros Titulares da Associação;

III - Ter cumprido estágio em medicina e cirurgia do tornozelo e pé, em serviço nacional certificado pela ABTPé, por um período mínimo de um ano, com comprovante e ter apresentado, obrigatoriamente, trabalho científico para eventual publicação na REVISTA ABTPé.

 

  • Único - Não serão considerados como válidos, estágios cumpridos dentro do programa de Residência Médica.

 

IV - Apresentar uma pontuação mínima exigida de 10 (dez) pontos, julgada pelo

Diretor de Educação Continuada, conforme abaixo:

 

  1. a) participação em congresso da ABTPé, nos últimos dois anos = 3 pontos;
  2. b) participação no Dia da Especialidade do Pé, em congresso da SBOT, nos últimos dois anos = 1 ponto;
  3. c) ser autor ou coautor de trabalhos na área de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, em revistas científicas de ortopedia, nos últimos dois anos = 2 pontos;
  4. d) participação em eventos internacionais na área de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé, nos últimos dois anos = 2 pontos;
  5. e) trabalhos publicados no exterior, na área de atuação, nos últimos dois anos, avaliados pelo Diretor de Educação Continuada = 2 pontos;
  6. f) estágio obrigatório em Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé sob supervisão de pelo menos dois membros titulares da ABTPé, em serviço credenciado pela ABTPé, por um período mínimo de um ano após a residência médica em ortopedia e traumatologia por um período mínimo de 12 meses = 8 pontos;
  7. g) estágio em Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé no exterior, avaliado pelo Diretor de Educação Continuada, por um período mínimo de seis meses = 4 pontos.
  8. h) os eventos patrocinados pela ABTPé serão pontuados à razão de 0,1 ponto por hora de atividade científica - máximo de 2 pontos.

 

Enviar a documentação conforme orientação a seguir:

  1. Documento original de certificação de conclusão de estágio de 1 ano em centro formador credenciado e regulamentado pela ABTPé;
  2. Caso impossibilidade de encaminhamento do documento original, enviar cópia autenticada do mesmo;
  3. Via original da ficha cadastral preenchida com 2 assinaturas de membros Titulares nos campos indicados.
  4. Na impossibilidade de colher pessoalmente as 2 assinaturas, o candidato poderá solicitar aos membros Titulares que enviem uma carta de indicação de próprio punho com as respectivas assinaturas. E anexar à ficha cadastral. Os documentos relacionados nos itens 1, 2, 3 e 4 devem ser enviados para ABTPé (R. São Benedito, 1050 - Santo Amaro - 04735-002 -  São Paulo  -  SP)
  5. Demais comprovantes podem ser enviados por e-mail para abtpe@abtpe.org.br