Revista ABTPé 10.1 - Ano: 2016

Artigos

Fratura bilateral do calcâneo em criança: relato de caso

Bilateral calcaneal fracture in a child: case report

Leonardo Mugnol, Luiz Fernando Bonaroski, Weverley Rubele Valenza, Jamil Faisal Soni, Bruno Arnaldo Bonacin Moura, João Luiz Vieira da Silva

Abstract:

Fractures of the calcaneus are rare in children. These fractures are usually caused by high-energy trauma, the fall from height is the main reason. Most of them are extra-articular fractures, do not require surgical treatment, and are often treated conservatively. Intra-articular fractures constitute a challenge for treatment in childhood, particularly for presenting joint depression and Böhler angle disruption. We report a case of a six-year-old patient with intra-articular left calcaneal fracture, and who had fallen from height. In addition to the intra-articular fracture, the patient had an extraarticular fracture of the right calcaneus and an undisplaced fracture of the right talus.

Keywords:Fractures; Calcaneus/injuries; Calcaneus/surgery; Child; Case reports

Resumo:

As fraturas do calcâneo nas crianças são consideradas raras. Geralmente são causadas por trauma de alta energia, sendo a queda de altura o principal mecanismo. Em sua maioria são fraturas extra-articulares e não necessitam de tratamento cirúrgico, sendo tratadas de maneira conservadora. O desafio do tratamento da fratura do calcâneo na infância se encontra nas fraturas intra-articulares desviadas, que apresentam depressão da superfície articular e alteração no ângulo de Böhler. Apresentamos um caso de fratura intra-articular desviada do calcâneo esquerdo em uma paciente de 6 anos, vítima de queda de altura. Além da fratura cirúrgica intra-articular, a paciente apresentava fratura extra-articular do calcâneo direito e fratura do tálus direito.

Descritores:Fraturas; Calcâneo/lesões; Calcâneo/cirurgia; Criança; Relatos de casos

[ baixe o PDF ]

Tratamento cirúrgico de fratura de Tillaux por artroscopia

Arthroscopic surgical treatment of Tillaux fracture

Wagner Fonseca, Gilberto Coelho Byrro Oliveira, Rogério Andrade Gomes, Luís Felipe Lyon Moura, Carlos Filipe Teixeira Barros

Abstract:

To report efficacy of arthroscopic technique as an alternative to the opening technique. We report a case of arthroscopic osteosynthesis for Tillaux fracture. This was a 14-year-old adolescent diagnosed with Tillaux fracture on the left side. The arthroscopic assisted reduction and fixation were carried out using two double threaded compressive screws. After 2 years of follow-up the patient did not have complications and failures, and she had complete recovery of joint mobility, and reported high satisfaction with the result. Although the described technique has a longer learning curve, we showed the possibility of performing the entire procedure without opening the fracture site. The outstanding result and lack of complications might be related to the arthroscopic approach that is less aggressive to the soft tissue, and preserve the periosteum. Although a longer followup is needed, this technique allowed a more physiological recovery to our patient.

Keywords:Tibia fractures/diagnosis; Tibia fractures/surgery; Child; Arthroscopy/ methods; Case reports

Resumo:

Relatar a eficácia da técnica artroscópica como alternativa à técnica aberta. A técnica cirúrgica para osteossíntese de fratura de Tillaux por artroscopia é apresentada neste trabalho. Relatamos um caso realizado em nosso grupo com um adolescente de 14 anos com diagnóstico de fratura de Tillaux do lado esquerdo. Foram realizadas a redução e a fixação por via artroscópica com o uso de dois parafusos de dupla rosca compressiva. Com aproximadamente 2 anos de acompanhamento, o paciente não apresentava complicações ou falhas, e teve retorno completo da mobilidade articular, com alto índice de satisfação. Embora a técnica descrita exija do cirurgião uma curva de aprendizado maior, demonstramos ser possível realizar todo o procedimento sem a abertura do foco de fratura. O excelente resultado e a ausência de complicações podem estar relacionados à técnica artroscópica descrita, a qual descreve menor agressividade às partes moles, preservando o periósteo. Embora seja necessário seguimento mais longo, essa técnica permitiu ao paciente uma recuperação mais fisiológica do quadro clínico.

Descritores:Fraturas da tíbia/diagnóstico; Fraturas da tíbia/cirurgia; Criança; Artroscopia/ métodos; Relatos de casos

[ baixe o PDF ]

Ossificação heterotópica do tendão calcâneo: relato de caso

Heterotopic ossification of the Achilles tendon: case report

Kepler Alencar Mendes de Carvalho1, André Donato Baptista¹

Abstract:

The heterotopic ossification of the Achilles tendon is a rare condition that is characterized by bone formation within the tendon. It affects primarily male patients and is often associated with previous trauma or surgical intervention. We report a case of extensive heterotopic ossification of the Achilles tendon associated with plantar fasciitis and discuss its possible etiologic factors, clinical and radiologic features, symptoms, treatment options and its possible consequences for the function of the ankle and foot.

Keywords:Ossification, heterotopic/diagnosis; Achilles tendon; Case reports

Resumo:

A ossificação heterotópica do tendão calcâneo é condição rara, caracterizada pela formação de tecido ósseo dentro do corpo do tendão. Acomete preferencialmente o sexo masculino, estando, na maioria das vezes, associada à ocorrência de traumatismo prévio ou cirurgia no tendão. Neste trabalho, relatamos um caso de ossificação heterotópica extensa do tendão calcâneo associada à fascite plantar, e discutimos suas causas, características clínico-radiológicas, tratamento e possíveis consequências para a função do tornozelo e do pé.

Descritores:Ossificação heterotópica/diagnóstico; Tendão do calcâneo; Relatos de casos

[ baixe o PDF ]

Impacto previdenciário dos traumatismos de tornozelo e pé

The impact of foot and ankle injuries on social security

Thiago Batista Faleiro1, Gildásio de Cerqueira Daltro, Alex Guedes, Renata da Silva Schulz, Paulo César Oliveira Sobrinho, Maria Betânia Pereira Toralles

Abstract:

Objective: To determine number and evolution of sickness benefits granted to ICD-10 S90-S99 groups (Injuries to the ankle and foot). Methods: This cross-sectional study carried out from 2009 to 2013 assessed the amount of sickness benefits granted by Brazilian Social Security System (INSS) for individuals diagnosed with ICD-10 S90 to S99. Results: A total of 11,628.289 sickness benefits were granted over the period studied. In the same period, 520.027 sickness benefits were given for individuals diagnosed with ICD-10 S90-S99, therefore, representing 4.47% of the total, an estimated cost of R$734 million. Fractures were responsible for more than half of sickness benefits given followed by sprains and strains. Conclusion: There was progressive increase in number of sickness benefits given by INSS. It was not possible to determine the reason of these variables, but perhaps they are related with the increase in formal jobs in Brazil over the last years. Foot and ankle trauma was a common cause of disability, which represented an important reason to give sickness benefit, mainly among those who had suffered an accident.

Keywords:Social security; Foot; Foot injuries; Occupational diseases

Resumo:

Objetivo: Determinar o número total e a evolução do número de benefícios do tipo auxílio-doença concedidos para o grupo da CID S90 a S99 (Traumatismo do Tornozelo e Pé). Métodos: Estudo transversal, no qual foram estudados os benefícios do tipo auxíliodoença concedidos pelo INSS para o grupo da CID S90 a S99, de 2009 até 2013. Resultados: No período de 2009 a 2013, foram concedidos 11.628.289 benefícios de auxílio-doença. No mesmo período, foram concedidos 520.027 auxílios-doença para o grupo S90 a S99, representando 4,47% do total, com custo estimado de R$734 milhões. As fraturas foram responsáveis por mais da metade dos benefícios, seguidas das entorses e das distensões. Conclusão: Houve aumento progressivo no número do auxílio-doença previdenciário. Não foi possível determinar a causa dessas variações, mas possivelmente elas estão relacionadas ao aumento da formalização do mercado de trabalho brasileiro, ocorrida nos últimos anos. Os traumatismos do tornozelo e pé foram as causas frequentes de incapacidade, representando importante causa de concessão de benefícios do tipo auxílio-doença, especialmente entre os do tipo acidentário.

Descritores:Previdência social; Pé; Traumatismos do pé; Doenças profissionais

[ baixe o PDF ]

Perfil antropométrico, ocupacional e análise radiográfica de pacientes com fasciíte plantar

Anthropometric, occupational profile and radiographic analysis of patients with plantar fasciitis

André Donato Baptista1, Bruno Cambraia de Oliveira2, Edmilson da Silva Reis3

Abstract:

Objective: To assess anthropometric, occupational profiles and radiographic analysis of patients with plantar fasciitis, and compare finding of our sample with data of the current literature. Methods: We included 99 patients treated in the foot and ankle surgery department at Nossa Senhora do Pari Hospital within ten months period. Participants were divided into three groups: pes planus, neutral feet, and pes cavus. Each group was assessed on the following parameters: age, body mass index, hours spent in standing position in daily activities, pes planus, pes cavus and presence of plantar calcaneal spur on radiographs. Results: Patients’ mean age was 52.3 years, and 41.4% of them were classified as neutral feet, 43.4% as pes planus and 15.1% as pes cavus. A total of 73.7 % of patients were overweight with body mass index over 25 (mean of 28.07), the average time spent in standing position was 7.97 hours, and the plantar calcaneal spur was observed in 44.4 % of radiographs. No statistics difference among three groups was seen. Conclusion: All patients have one or more risk factors for plantar fasciitis. The results of our study were consistent with the current literature.

Keywords:Fasciitis, plantar; Fasciitis, plantar/radiography; Body weights; Activities of daily living

Resumo:

Objetivo: Avaliar o perfil antropométrico, ocupacional e radiográfico dos pacientes com fasciíte plantar e estratificar a incidência dos fatores de risco para a doença, comparando os achados de nossa amostra aos dados da literatura atual. Métodos: Foram incluídos neste estudo 99 pacientes atendidos no ambulatório do Grupo de Cirurgia do Pé e Tornozelo do Hospital Nossa Senhora do Pari em um período de 10 meses, divididos em três grupos: pacientes com pés planos, neutros e pés cavos. Em cada grupo, os indivíduos foram avaliados quanto aos seguintes parâmetros: idade, índice de massa corporal, horas em ortostatismo nas atividades de vida diária e presença de esporão calcâneo plantar nas radiografias. Resultados: A idade média dos pacientes foi de 52,3 anos; 41,4% deles foram classificados como portadores de pés normais, 43,4% com pés planos e 15,1% com pés cavos; 73,7% apresentaram sobrepeso, com índice de massa corporal acima de 25 (média de 28,07), passavam longos períodos da vida diária, em média 7,97 horas em pé, e o esporão plantar esteve presente em 44,4% das radiografias, sem diferença estatística entre os grupos estudados. Conclusão: A totalidade dos pacientes estudados apresentou um ou mais dos fatores de risco pesquisados para o desenvolvimento da fasciíte plantar. Os resultados obtidos em nossa amostra estiveram em concordância com os dados da literatura.

Descritores:Fasciíte plantar; Fasciíte plantar/radiografia; Peso corporal; Atividades cotidianas

[ baixe o PDF ]

Estudo epidemiológico das fraturas de calcâneo

Epidemiological study of calcaneal fractures

Rafael Mauricio Beletato, Sergio Damião dos Santos Prata, Marco Antonio Gigliori Rizzo

Abstract:

Objective: To analyze epidemiological characteristics of patients with calcaneal fractures. Methods: We included 181 medical records of patients diagnosed with calcaneal fracture from September 2008 to December 2015. Parameters analyzed were associated with patient’s characteristics, trauma mechanism, if open or closed fracture, period of the day, seasonality, preoperative radiographic evaluation, Essex-Lopresti and Sanders classification, type of treatment and technique used. Results: Of patients included, 84% were white, 58.1% did not attend high school. Incidence of calcaneal fractures was 89.5% in men mean aged 43 years. There was no statistical significance concerning laterality, 8.8% of fractures were bilateral, and 74.6% of them occurred in the afternoon. The most frequent mechanism of injury was fall from a height (90.1%). According to Sanders classification type 3 ac fractures occurred in 41.6% of patients. Conclusion: Calcaneal fractures affect more often men working for construction companies, who are at productive period of life, and did not attend high school. Most frequent trauma mechanism was fall from a height.

Keywords:Calcaneus/injuries; Fractures/epidemiology

Resumo:

Objetivo: Analisar as características epidemiológicas de pacientes com fraturas de calcâneo. Métodos: Foram analisados 181 prontuários de pacientes atendidos com o diagnóstico de fratura de calcâneo no período de setembro de 2008 a agosto de 2015. Os parâmetros analisados estiveram relacionados às características do paciente, ao mecanismo de trauma, às fraturas associadas, se aberta ou fechada, ao período do dia, à sazonalidade, à avaliação radiográfica pré-operatória, às classificações de Essex-Lopresti e Sanders, ao tipo de tratamento e à técnica utilizada. Resultados: Dentre os pacientes da amostra, 84% eram brancos e 58,1% não tinham iniciado o Ensino Médio. As fraturas de calcâneo tiveram incidência de 89,5% no sexo masculino, com média de idade de 43 anos. Não houve significado estatístico quanto à lateralidade, sendo que 8,8% foram bilaterais e 74,6% ocorreram no período vespertino. O mecanismo de trauma mais frequente foi a queda de altura (90,1%). Conforme a classificação de Sanders, as fraturas do tipo 3 AC ocorreram em 41,6%. Conclusão: As fraturas de calcâneo acometeram principalmente pacientes do sexo masculino, em fase produtiva, se fizeram mais presentes em trabalhadores da construção civil, e que não cursaram o Ensino Médio. O mecanismo de trauma mais frequente foi a queda de altura.

Descritores:Calcâneo/lesões; Fraturas/epidemiologia

[ baixe o PDF ]

Tratamento cirúrgico do hálux valgo leve a moderado pela técnica de Akin modificada por via percutânea com exostectomia e liberação lateral

Surgical treatment of mild to moderate hallux valgus by percutaneous Akin technique with exostectomy and lateral release

Igor Marijuschkin, Antônio Augusto de Caporalli de Camargo, Jose Luiz Garcia Diaz

Abstract:

Objective: To present clinical and radiographic results of surgical correction of mild to moderate hallux valgus using the modified percutaneous Akin technique with exostectomy and lateral release. Methods: We evaluated prospectively 24 feet from 15 patients with mild to moderate hallux valgus, considering a hallux valgus angle from 12° to 30°, intermetatarsal angle from 8° to 15°, and distal metatarsal angle <10>Results: The mean AOFAS score from 55.6 became 94.2 after surgery. The mean hallux valgus angle from 21° (15° to 27°) became 9.2° (4° to 21°), and the intermetatarsal angle from 11.2° (6° to 15°) became 10.3° (8° to 13°). All patients reported satisfaction with the result. Conclusion: Surgical technique described was effective to treat mild to moderate hallux valgus with improvement of the AOFAS score, higher level of patient satisfaction, good radiographic corrections and lower surgical aggression.

Keywords:Hallux valgus/surgery; Hallux valgus/radiography; Minimally invasive surgical procedures/methods

Resumo:

Objetivo: Apresentar os resultados clínicos e radiográficos da correção cirúrgica do hálux valgo leve a moderado pela técnica de Akin modificada pela via percutânea associada à exostectomia e à liberação lateral. Métodos: Foram avaliados prospectivamente 24 pés em 15 pacientes com hálux valgo leve a moderado, considerando o ângulo de valgismo do hálux de 12 a 30°, o ângulo intermetatarsal de 8 a 15° e o ângulo articular metatarsal distal <10>Conclusão: A técnica cirúrgica descrita se mostrou eficaz no tratamento do hálux valgo leve a moderado, com melhora do AOFAS, alto índice de satisfação dos pacientes, boas correções radiográficas e menor agressão cirúrgica.

Descritores:Hálux valgo/cirurgia; Hálux valgo/radiografia; Procedimentos cirúrgicos minimamente invasivos/métodos

[ baixe o PDF ]

Resultados clínicos e funcionais da artrodese tibiotársica no tratamento do pé caído

Clinical and functional outcomes of patients tibiotarsal arthrodesis in foot drop treatment

Gunther Geraldo Dutra Ernesto Jr., Sérgio Damião Santos Prata, Fabio Farias, Marco Antônio Rizzo

Abstract:

Objective: To evaluate clinical and functional outcomes of foot drop with joint degeneration through tibiotarsal arthrodesis. Methods: We retrospectively evaluated nine patients with foot drop. Of these, two had lumbar disc disease, four had sequelae of poliomyelitis, and three had peroneal nerve injury. All patients underwent open surgery tibiotarsal arthrodesis. The functional improvement of the limb were analyzed in the postoperative period. Patients mean age was 45 years and 10 months. Of the sample, six patients were men. Results: The American Orthopaedic Foot and Ankle Society (AOFAS) anklehindfoot scale, translated and adapted into Portuguese language, were used to evaluate the results. In postoperative assessment, six patients had mild or occasional pain and three did not report pain. The mean AOFAS ankle-hindfoot score was 36, ranging from 26 to 39, and 73 after surgery, ranging from 42 to 91. Conclusions: The tibiotarsal arthrodesis in patients with foot drop showed satisfactory results, improvement in patients’ pain and gait, and, consequently, improvement in their quality of life.

Keywords:Gait disorders, neurologic/surgery; Arthrodesis

Resumo:

Objetivo: Avaliar os resultados clínicos e funcionais do tratamento do pé caído com degeneração articular, por meio da artrodese tibiotársica. Métodos: Foram avaliados retrospectivamente nove pacientes com pé caído, sendo dois com discopatia lombar, quatro portadores de sequelas de paralisia infantil e três com lesão inveterada do nervo fibular. Todos foram submetidos à artrodese tibiotársica por via aberta, e a melhora funcional do membro foi analisada no pósoperatório. A média de idade dos pacientes foi de 45 anos e 10 meses, e 6 pacientes eram do sexo masculino. Resultados: Os resultados foram avaliados por meio do questionário da escala do tornozelo e retropé da American Orthopaedic Foot and Ankle Society Score (AOFAS), traduzido e adaptado para a língua portuguesa. Na avaliação pósoperatória, seis pacientes apresentaram dor leve ou ocasional, e três tinham nenhuma dor pós-operatória. A pontuação média da AOFAS para tornozelo e retropé foi de 36 pontos antes da cirurgia, variando de 26 a 39, para 73 pontos pós-cirurgia, com variação de 42 a 91. Conclusão: A cirurgia de artrodese tibiotársica em pacientes com pé caído apresentou resultados satisfatórios, com melhora da dor e da marcha, e consequente melhora da qualidade de vida.

Descritores:Transtornos neurológicos da marcha/cirurgia; Artrodeses

[ baixe o PDF ]

Menu interno

Editor Chefe Revista ABTPé

 

 


Jorge Mitsuo Mizusaki

Busca Revista ABTPé