Revista ABTPé 1.1 - Ano: 2007

Artigos

Luxação peritalar: revisão da literatura

Peritalar dislocation: review of literature

Marco Túlio Costa, Ricardo Cardenuto Ferreira, Minoru Alessandro Sakata, Gastão Guilherme Frizzo, Roberto A. de Lima Santin

Abstract:

Peritalar dislocation is a rare lesion, although ascending, occurring most commonly on the medial aspect of the foot. Correction is achieved through closed reduction in most cases and should be followed by a computed tomographic study of the joint to assess the quality of correction and the presence of associated lesions undetected on plain radiographs. When a stable reduction is achieved, patients should be immobilized with a suropodalic cast during four to six weeks. Unstable reductions require fixation of the joint with a Kirschner wire, and
further cast immobilization for the same amount of time. Open reduction is made necessary only in those cases which the conservative treatment fails or to treat the associated lesions.
Subtalar stiffness and subtalar arthrosis are common complications of these lesions. A subtalar arthrodesis, in those cases which severe damage to the joint has occurred, has been the management of choice for a number of authors. A poor prognosis has been associated to
lateral or open dislocations, as well as to the presence of associated fractures.

Keywords:Subtalarjoint/injury;Subtalarjoint/surgery;Dislocation/therapy;Literaturereview

Resumo:

A luxação peritalar é uma lesão rara; no entanto, vem aumentando em frequ?ência, sendo que a medial é mais comum. Na maioria dos casos, é possível a redução fechada. A tomografia computadorizada é um exame importante após a redução, tanto para avaliar a qualidade da redução como a presença de lesões associadas não identificadas nas radiografias simples. Nos casos nos quais a redução é estável, o
tratamento é a imobilização gessada suropodálica por quatro a seis semanas. Se a redução for considerada instável, faz-se necessária fixação transarticular com fio de Kirschner associada à imobilização com gesso pelo mesmo período de tempo. A redução aberta está indicada na falha da redução incruenta.
Outra indicação cirúrgica é o tratamento das lesões associadas à luxação. A rigidez da subtalar é complicação comum e a artrose subtalar, frequ?ente. A artrodese subtalar é defendida por alguns autores quando há danos considerados graves à articulação. São fatores de mau prognóstico luxações laterais ou expostas e a presença de fraturas associadas.

Descritores:Articulaosubtalar/leses;Articulaosubtalar/cirurgia;Luxaes/terapia;Literaturadereviso

[ baixe o PDF ]

Algoritmo do tratamento na artropatia do pé de Charcot

A treatment algorithm for Charcot foot arthropathy

Michael S. Pinzur

Abstract:

Charcot arthropathy of the midfoot imparts a severe negative impact on health related to quality of life. Treatment has been historically accommodative. Surgery was reserved for those who could not be accommodated with an orthosis, or developed ulcers or deep bony
infection. The remaining ulcer and infection free as well as the possibility of maintaining the walking capacity with commercially available therapeutic footwear have been previously defined as favorable outcome. Using this definition of a favorable outcome, favorable results can be achieved in 60% of patients without surgery. When surgery is advised, a treatment algorithm is presented.

Keywords:Foot/pathology; Arthropathy, neurogenic/therapy; Orthopedic procedures/ métodos; Quality of life

Resumo:

A artropatia de Charcot do mediopé implica numa grave repercussão sobre a qualidade de vida de seus portadores. O tratamento clássico tem sido conservador. A cirurgia tem sido reservada para os pacientes que não obtiveram conforto com uso de órteses, ou que desenvolveram úlceras ou ainda infecções ósseas profundas. A ausência de úlcera e infecção e a convivência com calçados comercialmente adequados para os pés insensíveis foram definidas como os objetivos de um resultado favorável. Usando esta definição de resultado satisfatório, foi obtido 60% de sucesso sem cirurgia. Quando a cirurgia é indicada, um algoritmo dos procedimentos é apresentado.

Descritores:Pé/patologia; Artropatia neurogênica/terapia; Procedimentos ortopédicos/ métodos; Qualidade de vida

[ baixe o PDF ]

Tratamento cirúrgico do hálux valgo através da osteotomia de translação colo do primeiro metatarsal: avaliação radiográfica

Surgical treatment for hallux valgus by first metatarsal neck sliding osteotomy: a radiographic evaluation

Walter Whitton Harris, Erick Augusto Depauli, Rodrigo do Amaral Faria

Abstract:

Objective: To evaluate radiographically the surgical correction of mild to moderate hallux valgus deformities, symptomatic for over a year, by distal first metatarsal osteotomy. Methods: Thirteen feet (12 patients) were studied, with a follow-up of three to 25 months.
Results: The average radiographic hallux valgus and intermetatarsal angles were, preoperatively, 25º and 13º respectively, and 12º and 6º postoperatively. The preliminary clinical results showed assymptomatic patients and good cosmetic results. Conclusions: The procedure yielded correction of the hallux valgus and intermetatarsal angles, no dorsal or plantar deformities were observed and the expected metatarsal shortening did not jeopardise the results.

Keywords:Halluxvalgo/surgery;Osteotomy;Footdeformities

Resumo:

Objetivo: Analisar radiograficamente a correção cirúrgica do hálux valgo com deformidade leve a moderada, sintomático há mais de um ano, por meio de osteotomia distal do primeiro metatarsal. Métodos: Foram estudados 13 pés (12 pacientes), com seguimento
pós-operatório de três a 25 meses. Resultados: Radiograficamente, os ângulos de hálux valgo e intermetatarsal apresentaram, pré-operatoriamente, valores médios de 25º e 13º respectivamente e, no pós-operatório, 12º e 6º. Os resultados clínicos preliminares mostraram pacientes assintomáticos e melhora estética. Conclusões: A técnica descrita corrigiu os ângulos de hálux valgo e intermetatarsal, não produziu desvios dorsais ou plantares e o encurtamento metatarsal esperado não comprometeu os resultados.

Descritores:Hluxvalgo/cirurgia;Osteotomia;Deformidadesdop

[ baixe o PDF ]

Estudo radiográfico comparativo no tratamento do hálux valgo pelas técnicas de chevron isolado e chevron associado à de Akin

Radiographical study comparing the treatment of hallux valgus using isolated chevron technique and chevron associated with Akin techniques

Cíntia Kelly Bittar, Antônio Egydio de Carvalho Júnior, João Batista Miranda

Abstract:

Objective: A transversal and observational no randomized study was conducted to allow a comparative analysis between radiographical results obtained by the chevron technique alone (Group I) and the association of chevron and Akin techniques (Group II) for the correction of deformities of mild and moderate hallux valgus. Methods: Thirteen patients (17 feet) underwent surgery. The chevron technique was
chosen for eight of their feet, while the association of both techniques was used on the other nine feet. All of the patients were women, averaging 45 years of age, presenting mild or moderate hallux valgus with a follow-up time of 26 months. The angular values measured before and after surgery are given for hallux valgus angle (HVA), intermetatarsal angle (IMA), distal metatarsal articular angle (DMAA). Results: HVA average reduction was 11o on Group I and 10o on Group II. IMA average reduction was 5o on Group I and 3o on Group II. DMAA average reduction was 8o on Group I and 10o on Group II. Conclusions: It was concluded that both the approaches did show similar good radiographical results with reduction of HVA, IMA and DMAA, when they are compared.

Keywords:Halluxvalgus/surgery,Halluxvalgus/radiography;Osteotomy/methods;Metatarsalbones/surgery

Resumo:

Objetivo: Realizado estudo transversal não randomizado entre os resultados radiográficos
obtidos pela técnica do tipo chevron (Grupo I) e chevron associada à técnica de Akin (Grupo II) para correção da deformidade em hálux valgo leve e moderado. Métodos: Treze pacientes (17 pés) foram operados – oito pela técnica do tipo chevron e nove pela associação das técnicas do tipo chevron e Akin –, todos do sexo feminino, com média de idade de 45 anos, portadores de hálux valgo leve e moderado. O tempo médio de seguimento pós-operatório foi de 26 meses. São apresentados os seguintes valores angulares pré e pós-operatórios: ângulo de hálux valgo (AHV), ângulo intermetatarsal (AIM) e ângulo articular distal metatarsal (AADM). Resultados: A média de correção do AHV foi de 11o no Grupo I e de 10o no Grupo II, do AIM foi de 5o no Grupo I e de 3o no Grupo II, e do AADM foi de
8o no Grupo I e de 10o no Grupo II. Conclusões: As técnicas de chevron isolado e chevron associado à de Akin intervêm igualmente na melhora do AHV, AIM e AADM quando são comparadas.

Descritores:Halluxvalgus/cirurgia;Halluxvalgus/radiografia;Osteotomia/mtodos;Ossosdometatarso/cirurgia

[ baixe o PDF ]

Lesão aguda do tendão do calcâneo – Relação com a degeneração tendínea prévia e padrão epidemiológico

Acute calcaneal tendon injury - Degenerative change and epidemiological study

José Vicente Pansini, Daniel Augusto de Carvalho, Rodrigo Ferracin de Souza

Abstract:

Objective: The objective of this study is to identify the percent of patients which have previous Achilles tendon diseases before it tears. What’s the profile of these patients? Overweight? Athletic or sedentary? With or without corticoid use before tear? What’s their age? Methods: Between 1996 and 2006, we made biopsy of the sick tendon in 77 patients, searching for previous degenerative process. All the patients were undergone to physical examination and to a questionnaire for future data analysis. Results: Our cases were 71 men and six women, with an average age of 41.9 years old, being the left ankle the most affected (58.5%). The Body Mass Index (BMI) was found over
than 25 in 74%. Among our cases, 94.85% presented posterior contralateral thigh muscle shortening. No cases previously presented: use of antibiotics like quinolones, rheumatic diseases or local infiltration with corticosteroids Pathologic analysis showed chronic tendon degeneration in 81.8%, and rupture level was frequently between 3 and 6 cm of Achilles tendon insertion (71.4%). Conclusions: Chronic tendon degeneration is a predictive factor of acute Achilles tendon ruptures, mainly in male patients, with an average age of 40 years old. These patients practice sports at least twice times a week and showed an isquiotibial muscle shortening associated with overweight (BMI>25).

Keywords:Achillestendon/injuries;Achillestendon/pathology;Tendinopathy/etiology

Resumo:

Objetivo: Os objetivos do trabalho são identificar o percentual de pacientes portadores de degeneração tendinosa crônica (DTC) no tendão calcâneo (TC) prévia à ruptura aguda e identificar o perfil do paciente segundo idade, gênero, peso corporal, atividade física, uso de corticosteróide e retração de ísquios-tibiais. Métodos: Nossa casuística consiste de 77 tendões calcâneos, 71 homens e seis mulheres, com média de 41,9 anos de idade. Todos os pacientes foram investigados com história clínica e exame físico pré-operatório e submetidos à biópsia do TC, durante o ato operatório para reparação de lesão aguda do TC. Resultados: Degeneração Tendinosa Crônica (DTC) do TC estava presente em 81,8% da casuística. O perfil do paciente portador de lesão aguda do TC nesta casuística é: paciente masculino, média de idade de 41,9 anos, esportista não profissional, com retração de ísquios-tibiais (94,85%) e índice de massa corporal (IMC) acima de 25 (74%). Quatro pacientes faziam uso de corticosteróide sistêmico. Nenhum paciente era portador de patologia reumática, fez
uso de quinolonas ou recebeu infiltração local com corticosteróide. Conclusões: A presença de degeneração tendinosa crônica (DTC) é estatisticamente significativa na lesão aguda do TC.

Descritores:Tendodocalcneo/leses;Tendodocalcneo/patologia;Tendinopatia/etiologia

[ baixe o PDF ]

Tratamento cirúrgico da enfermidade de Ledderhose com técnica de ressecção ampla da fáscia plantar

Surgery treatment of Ledderhose disease with the wide ressection technique of the plantar fascia

Marcus Vinicius Mota Garcia Moreno, Gustavo Carvalho Henkes, Fabiano Alves Costa, Rogério de Sousa Gouvêa3, Luis Schiper

Abstract:

Objective: A retrospective study of patients bearers of the Ledderhose disease (plantar fibromatosis) treated surgically with extensive removal of plantar fascia, evaluates the clinical answer in the postoperative, recurrence index and the appropriate application of the surgical technique. Methods: They were appraised 19 patients, being 11 (57.9%) female and eight (42.1%) masculine; eight (42.1%) of the tomb were in the right foot and 11 (57.9%) in the left foot; 12 (63.2%) were white and seven (36.8%) black. The attendance period varied from nine to 92 months, with average of 45 months, and we applied Stadium of Sammarco in all surgical discoveries. Results: We considered as good 18 (94.74%) of the results of the patients and one (5.26%) as bad, that developed with recurrence of the lesion and pain. Nine (47.3%) were classified as degree I of Sammarco, six (31,5%) degree II, two (10,5%) degree III, and two (10,5%) degree IV. Conclusions: The accomplishment of the wide pack of the plantar fascia was shown as an effective and safe procedure in the treatment of plantar fibromatosis with low recurrence index and few immediate and late complications powders operative.

Keywords:Fascia/pathology;Fascia/surgery;Footdiseases/pathology;Neoplasms,fibroustissue;Neoplasmrecurrence,local/diagnosis;Orthopedicprocedures/methods

Resumo:

Objetivo: Foi realizado estudo retrospectivo de pacientes portadores da enfermidade de Ledderhose (fibromatose plantar) tratados cirurgicamente com ressecção ampla da fáscia plantar, objetivando-se avaliar a resposta clínica no pós-operatório, índice de recidiva e a
aplicação adequada da técnica cirúrgica. Métodos: Foram avaliados 19 pacientes, sendo 11 (57,9%) do gênero feminino e oito (42,1%) do masculino; oito (42,1%) dos acometimentos eram no pé direito e 11 (57%) no pé esquerdo; e 12 (63,2%) eram brancos e sete (36,8%) negros. O período de acompanhamento variou de nove a 92 meses, com média de 45 meses, e aplicamos o estadiamento de Sammarco em todos achados cirúrgicos. Resultados: Foram considerados como bons os resultados de 18 (94,74%) pacientes e um (5,26%) como mau, o qual evoluiu com recidiva da lesão e dor. Nove (47,3%) foram classificados como grau I de Sammarco, seis (31,5%) grau II, dois (10,5%) grau III e dois (10,5%) grau IV. Conclusões: A realização da ressecção ampla da fáscia plantar mostrou-se como um procedimento eficaz e seguro no tratamento da fibromatose, com baixo índice de recidiva e poucas complicações pós-operatórias imediatas e tardias.

Descritores:Fscia/patologia;Fscia/cirurgia;Doenasdop/patologia;Neoplasiasdetecidofibroso;Recidivalocaldeneoplasia;Resultadodetratamento;Procedimentosortopdicos/mtodos

[ baixe o PDF ]

Ressecção cirúrgica das coalizões tarsais sintomáticas

Surgical resection of the symptomatic tarsal coalitions

Luiz Carlos Ribeiro Lara1, Nelson Franco Filho2, Daniel Oksman3, Artur da Fonseca de Souza Marques4, Rafael de Paiva Luciano4

Abstract:

Introduction: Tarsal coalition is the congenital fusion of one or more bones of the tarsus and affects mainly the talocalcaneal and calcaneonavicular joints. It happens in less than 1% of the general population; although, on anatomical studies on corpses, it reaches up
to 6%. Objectives: Show the results of the surgical treatment through the resection of the symptomatic tarsal coalitions. Methods: Twenty-one feet of 14 patients were treated, totaling ten talocalcaneal and 11 calcaneonavicular coalitions. In the calcaneonavicular
coalitions, we performed a block resection of the coalition, with subcutaneous fat tissue interposition, and, in the talocalcaneous, the resection was done in layers, without fat tissue interposition. The average age at the moment of surgery was 12.63 for the calcaneonavicular and 12.40 for the talocalcaneal. The average follow-up time was 39.33 months. Bilaterality was found in 50% of the cases and the right side was more affected, with 11 feet. Results: In the evaluation of the post operative results, we used clinical parameters: pain and recovery or not of hindfoot mobility. We obtained nine (81.81%) excellent results and two (18.19%) poor ones in the calcaneonavicular, and five excellent (50%), three good (30%), one regular (10%) and one poor (10%) in the talocalcaneal coalitions. We did not observe recurrence or other complications. Conclusions: The resection of the bone bars in young patients was effective in pain relief and hindfoot mobility. There was no significant difference in the results when we compared the resections in the talocalcaneal coalitions with the calcaneonavicular ones.

Keywords:Tarsalbones/pathology;Tarsalbones/abnormalities;Tarsalbones/surgery;Platfoot;Tarsaljoints

Resumo:

Introdução: Coalizão tarsal é a fusão congênita de um ou mais ossos do tarso e acomete principalmente as articulações talocalcaneana e calcaneonavicular. Possui incidência menor que 1% na população em geral; entretanto, em estudos anatômicos com cadáveres, atinge
até 6%. Objetivos: Apresentar os resultados do tratamento cirúrgico, pela ressecção das coalizões tarsais sintomáticas. Métodos: Foram tratados 21 pés de 14 pacientes, totalizando dez coalizões talocalcaneanas e 11 calcaneonaviculares. Nas calcaneonaviculares, realizou-se a ressecção em bloco da coalizão, com interposição de tecido gorduroso do subcutâneo, e, nas talocalcaneanas, ressecou-se em camadas sem interposição de tecido gorduroso. A média de idade no momento da cirurgia foi de 12,63 anos para as calcaneonaviculares e de 12,40 para as talocalcaneanas. O tempo de seguimento médio foi 39,33 meses. A bilateralidade foi encontrada em 50% dos casos e o lado direito foi mais acometido, com 11 pés. Resultados: Na avaliação dos resultados pós-operatório, utilizou-se parâmetros clínicos: dor e mobilidade do retropé. Obtivemos nove (81,81%) resultados excelentes e dois (18,19%) ruins nas calcaneonaviculares, e cinco excelentes (50%), três
bons (30%), um regular (10%) e um ruim (10%) nas talocalcaneanas. Não observamos recidivas ou outras complicações. Conclusões: A ressecção das barras ósseas em pacientes jovens foi eficaz no alívio da dor e da mobilidade do retropé. Não houve diferença significativa
nos resultados quando comparamos as ressecções das coalizões talocalcaneana com as calcaneonaviculares.

Descritores:Ossosdotarso/patologia;Ossosdotarso/anormalidades;Ossosdotarso/cirurgia;Pchato;Articulaestarsianas

[ baixe o PDF ]

Lesões sutis das articulações intercuneiformes e tarsometatársicas tratadas através da neoligamentoplastia

Subtle lesions of the intercuneiform and tarsometarsal joints treated by neoligament plasty

Caio Nery, Cibele Réssio, José Felipe Marion Alloza

Abstract:

Objective: The main objective of this paper is to present the results obtained in the treatment of subtle lesions of the intercuneiform and tarsometarsal joints by a neoligament plasty. Methods: Between 1995 and 2004, 18 patients with subtle Lisfranc injuries were treated. All patients were able to confirm that they had suffered a foot sprain with the forefoot fixed to the surface. In 11 patients (61%), the accessory force acted in eversion and, in seven patients (39%), in inversion. Only nine patients (50%) showed radiographic signs that could confirm the suspicion of the clinical diagnosis. All of them had confirmation of anatomical structures involvement by the MRI. The ruptured ligaments were explored and their residue removed – one of the aims of the surgery that will control the pain and lead to the reduction of the joints. After the reduction, drill holes were made to reproduce the isometry and anatomy of the torn ligaments. In six patients, the 2 mm polidioxanone cordel (Johnson & Johnson) and, in two, the 5.0 dexon suture were used to substitute for the ligaments. In two, we used the 4th EDL and, in eight, the 3rd EDL passed as a substitute for the ligaments. Results: After an average follow-up of 5.9 years (1.3 ~ 10.2 yrs) 15 patients (83%) were considered as excellent or good results (complete recovery of motion and power; no pain; no soft tissue, or bone reaction to the neoligaments; no loss of anatomical reduction). Three patients (17%) had fair or poor results (arthritis). Conclusions: Resection torn ligaments, anatomic reduction of the subluxated joints, and isometric reconstruction of the ligaments showed to be an excellent solution to the subtle Lisfranc Injuries and an alternative to the screw fixation.

Keywords:Tarsaljoints/surgery;Tarsaljoints/injuries;Footinjuries;Ligaments,articular/injuries;Orthopedicprocedures/methods

Resumo:

Objetivo: O objetivo do presente trabalho é apresentar os resultados obtidos no tratamento das lesões ligamentares tarsometatársicas e intermetatársicas por meio da neoligamentoplastia. Métodos: Dezoito pacientes com o diagnóstico de lesões sutís das articulações
intercuneiformes e tarsometatársicas (Lisfranc) foram tratados no período compreendido entre 1995 e 2004. Todos referiram com segurança a ocorrência de entorse do pé com o antepé fixo ao solo como sendo o mecanismo de trauma. Em 11 pacientes (61%) atuou
uma força lesiva acessória em eversão, e em sete pacientes (39%) atuou a inversão como vetor acessório. A confirmação do diagnóstico clínico pela radiologia simples foi possível apenas em nove pacientes (50%); no entanto, a ressonância magnética confirmou a hipótese
diagnóstica e apontou as estruturas anatômicas envolvidas em todos os pacientes (100%). Os ligamentos lesados foram explorados e seus restos removidos cirurgicamente – um dos objetivos de nosso procedimento cirúrgico que atua eliminando a dor resultante da compressão dos restos ligamentares, permitindo a obtenção da desejada congruência articular. Uma vez restabelecidas as relações anatômicas articulares normais, foram realizados orifícios ósseos de forma a reproduzir a isometria e anatomia dos ligamentos lesados. Em
seis pacientes, utilizamos o cordel de polidioxanona de 2 mm (Johnson & Johnson), e, em dois, fios 5.0 de dexon para substituir os ligamentos. Em dois pacientes, foi utilizado o tendão do extensor longo do quarto dedo e em oito o tendão extensor longo do terceiro dedo
como enxerto para a recriação dos ligamentos lesados. Resultados: Ao final de 6,9 anos de seguimento médio (mínimo de 2,3 anos e máximo de 11,2 anos), 15 pacientes (83%) foram considerados como excelentes e bons resultados, fato que significou recuperação completa da mobilidade e força, sem dor residual, inexistência de reações teciduais ou ósseas aos neoligamentos e sem perda da redução anatômica obtida. Três pacientes (17%) apresentaram resultados moderados ou maus, que significaram o desenvolvimento de quadro degenerativo articular, com todos os seus comemorativos e limitações. Conclusões: A ressecção dos restos ligamentares lesados, a redução anatômica das articulações subluxadas por ocasião do trauma e a reconstrução isométrica dos ligamentos mostrou ser excelente solução para o tratamento das lesões sutís das lesões da articulação de Lisfranc, devendo ser considerada como alternativa ao método clássico da fixação com parafusos.

Descritores:Articulaestarsianas/cirurgia;Articulaestarsianas/leses;Traumatismosdop;Ligamentosarticulares/leses;Procedimentosortopdicos/mtodos

[ baixe o PDF ]

Neuropatia periférica chagásica como diferencial de neuropatia diabética: relato de caso

Peripheral nerve disorder by Chagas’ disease as a differential diagnosis of diabetic neuropath: case report

Fábio Batista, Antonio Augusto C. Magalhães, Mônica Gamba

Abstract:

We present a case report regarding peripheral neuropathy on feet by Chagas’ disease. The patient has been managed at our outpatient clinic. The clinical similarity to diabetic foot makes the case very important, since the case looks to be unusual in the foot and ankle
clinic. We believe that the approach needs to be appropriated, in order to avoid dramatic evolution and complications, like ulcers, deep infection and lower extremity amputation.

Keywords:Diabeticfoot/diagnosis;Diabeticfoot/therapy;Diabeticfoot/rehabilitation;Chagasdisease/complications;Peripheralnerves/patologia;CasereportsPublicationtype

Resumo:

Apresentamos relato de caso de neuropatia periférica crônica, secundária à forma crônica neurológica da Doença de Chagas, diagnosticado e tratado em nosso serviço. Como sua apresentação clínica pode ser bastante semelhante ao pé diabético neuropático, acreditamos ter esta descrição tamanha relevância epidemiológica, fazendo-se necessário a identificação adequada e o manejo terapêutico apropriado.

Descritores:Pdiabtico/diagnstico;Pdiabtico/terapia;Pdiabtico/reabilitao;DoenadeChagas/complicaes;Nervosperifricos/patologia

[ baixe o PDF ]

Schwanoma no quarto pododáctilo: relato de caso

Schwannoma of the fourth digit: case report

Diego Abad dos Santos, Hamilton Leite Soares, Gustavo Ghedini

Abstract:

Report of a rare case of a benign solitary schwannoma located on the right foot’s fourth digit of a 61-year-old patient is presented. Diagnosis of schwannoma was demonstrated by histopathological examination. The tumor was excised and there was no recurrence after
three years and ten months follow up. The disease location rarity motivated the reporting.

Keywords:Neurilemmoma/pathology;Neurilemmoma/surgery;Footdiseases/pathology

Resumo:

Relato de caso raro de schwanoma solitário benigno no quarto pododáctilo direito de paciente de 61 anos de idade. Foi feito estudo anatomopatológico do tumor, que demonstrou ser um schwanoma. O tumor foi retirado cirurgicamente e não houve recidiva da lesão
após três anos e dez meses de seguimento. A raridade da localização da afecção motivou sua divulgação.

Descritores:Neurilemoma/patologia;Neurilemoma/cirurgia;Doenasdop/patologia

[ baixe o PDF ]

Conduta atual no tratamento de lesões traumáticas do complexo tarsometatarsal

Current management of treatment of injuries to the tarsometatarsal joint complex

Mark S. Myerson, M.D

Abstract:

In this study, the current management of injuries to tarsometatarsal complex are discussed. The treatment concepts are analised and a suggested reading list is proposed

Keywords:Tarsal joints/injuries; Tarsal joints/radiography; Tarsal joints/surgery; Tarsal joints/therapy; Recovery of function; Treatment outcome

Resumo:

Neste trabalho são discutidos os fatores que interferem na tipificação da lesão do complexo tarsometatarsal em pacientes atletas. Os conceitos terapêuticos são especificados para cada forma de apresentação. São revistos os princípios do método não-operatório e as táticas do tratamento cirúrgico são estabelecidas. A bibliografia sugerida é atualizada e pertinente ao manuseio desta lesão traumática, em atletas, proposto pelo autor.

Descritores:Articulações tarsianas/lesões; Articulações tarsianas/radiografia; Articulações tarsianas/cirurgia; Articulações tarsianas/terapia; Recuperação de função fisiológica; Resultado de tratamento

[ baixe o PDF ]

Menu interno

Editor Chefe Revista ABTPé

 

 


Jorge Mitsuo Mizusaki

Busca Revista ABTPé